Críticas e palpites sobre as histórias

O que eu acho das histórias, críticas e opiniões. E eu falo mesmo, sem dó nem piedade.

Galeria de PNG's

Várias imagens com fundo transparente e em alta resolução. É só usar a criatividade.

Quebra-cabeças

Para quem gosta de exercitar o cérebro.

Minhas fanfictions

Histórias que eu escrevo sobre a TMJ. Tem emoção, aventura, romance, suspente, mistério e até um pouco de terror. Para quem quiser algo diferente do que aparece nas revistas, não perca tempo!

Parceiros e parceria

Conheça os parceiros do blog e também participe da parceria.

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Meus nervos...

Quem nunca teve que aguentar gente assim?


quarta-feira, 23 de abril de 2014

Não leve a vida tão a sério...






Só para descontrair um pouquinho mesmo. Às vezes eu levo a vida muito a sério, mas tem coisa que não vale nosso estresse.

Uma coisa que eu ia adorar ver na TMJ



Que fique claro: eu não torço nem contra, nem a favor da Mônica ficar com o Cebola. Para mim já não faz mais diferença. Se a MSP decidir que eles vão ficar juntos, tranqüilo. Vou ficar numa boa e continuar lendo a TMJ do mesmo jeito.

Muitos podem pensar que eu sou contra eles por causa do meu jeito de falar, talvez porque eu não tenha me expressado direito. É o seguinte:

Eu sou da opinião de que felicidade e bem-estar é algo que deve vir de dentro de nós, não de coisas externas ou outras pessoas. Por quê? Nem sempre vamos ter as coisas que queremos e nem sempre as pessoas estarão do nosso lado. Depender de algo externo para ser feliz pode ser perigoso porque coisas podem estragar, se perder, serem roubadas, envelhecer, etc. E pessoas podem ir embora ou nos decepcionar. Sem falar que não é responsabilidade delas nos fazer felizes.

Claro que cada um é livre para decidir o que lhe faz ou não feliz, mas é sempre importante estar consciente dos riscos de condicionar nossa felicidade a algo externo. Tá. O que isso tem a ver com a Mônica e o Cebola?

Eu reparei que ela se desgasta demais por causa dele, como se tivesse colocado sua vida em compasso de espera. Ela, como muitas garotas e mulheres pelo mundo afora, acham que sua felicidade está em ter um rapaz/homem ao seu lado e que sem isso ela não é ninguém. E por causa dessa crença ela sofre e não consegue aproveitar a vida, porque vive presa a um rapaz que não está comprometido com ela. Entendem?

É por isso que eu fiz essa imagem. Meu sonho é um dia eles aprenderem a respeitar a personalidade da Mônica e colocá-la como uma pessoa que não precisa ter um rapaz do seu lado para ser feliz. Claro que ela ainda terá namorado, ainda pode casar, porque isso é ESCOLHA, não obrigação. Não pensem que eu sou contra os homens ou coisa parecida porque não é verdade. Eu sou apenas contra a idéia de que uma mulher só pode ser feliz se tiver um homem do lado dela.

Então, que a Mônica seja feliz sendo ela mesma e do jeito que ela é. Que ela melhore para o seu próprio bem e não para agradar a quem quer que seja. Se ela tiver que ficar com o Cebola, que seja por amor, porque ele vai acrescentar algo de bom na vida dela e não só por causa dos 50 anos de história deles. Eu não concordo com o pensamento de que eles devem ficar juntos apenas porque é esperado, por causa da infância, etc.

Na verdade, essa é minha “birra”: achar que eles devem ficar juntos só por causa dos 50 anos de história e ignorar totalmente que ele está sendo um babaca idiota. Agora, se ele amadurecer, virar gente e se comprometer de verdade em ficar bem com ela, aí sim a história é beeeem outra. Claro que ele não precisa ficar perfeito, mesmo porque isso não existe. Mas pelo menos que se torne um ser humano mais equilibrado e menos problemático.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

TMJ#69: A Decisão - palpites



Hoje saiu a capa da ed. 69 e todo mundo está tipo “ai meldels!”. Uns estão amando, outros odiando. Teve até quem achasse essa capa ousada demais, embora eu ache que a Ed. 54 foi bem mais... quente. Mas cá entre nós... esses braços do DC, hein? Hummm! Duvido que alguma menina aí não ia querer ser abraçada por ele.

Tá, tá. voltando ao assunto, parece que a Ed. do mês que vem vai abalar algumas estruturas. Ou talvez fazer tudo voltar ao que era antes, não há como saber. Na Ed. 68 eu pensei que tudo fosse voltar a mesmice de sempre e parece que resolveram nos surpreender. Então tudo pode acontecer nessa edição.

Bem... parece que a história vai girar em torno da decisão (ou indecisão) da Mônica sobre com qual rapaz ficar. Ela vai ter que analisar seus sentimentos e descobrir de quem gosta mais. Vai ser bem difícil para ela.

De um lado: Cebola, indeciso, não toma nenhuma atitude, vive num eterno chove-e-não-molha, mas foi seu primeiro namorado e eles têm uma história juntos.
De outro lado: DC, meio complicado de entender, não sei se é confiável, mas parece gostar dela e é do tipo que apóia e incentiva, coisa que o Cebola não faz.

Como falei antes, por enquanto não estou do lado de nenhum dos dois. E como todos nós já sabemos que a Mônica vai é ficar com o Cebola, então nem adianta eu tomar partido de ninguém que é perda de tempo.

Bom, claro que ela vai ter que andar mais com o DC para conhecê-lo melhor e saber se é o rapaz certo para ela. Pode até ser, quem sabe? Que os dois namorem ainda que seja só por algumas páginas.

E o Cebola? Ah, o Cebola. Não vou negar que estou muito curiosa para saber como ele vai ficar. Na Ed. 52 a Mônica ficou super deprimida depois de vê-lo beijando a Penha. Será que ele vai ficar deprimido também ou vai apenas agir como uma criancinha mimada que perdeu seu brinquedo? Qual vai ser a reação dele?

Imagino que vai ficar com raiva, se sentir magoado, traído (apesar de eles não terem nenhum compromisso), é provável que se faça de vítima, pobre coitado injustiçado, etc. Apesar de saber que ele é capaz de rever seus erros, eu não sei se irá reconhecer que estava demorando demais para decidir algo com a Mônica. Quer dizer, ele vai fazer um “mea-culpa” ou continuará achando que não fez nada de errado, não tem defeito, é um santo, perfeito e iluminado?

Será que ele tentará fazer alguma coisa para ficar com ela ou vai deixar rolar sem fazer nada? Haverá algum tipo de conversa entre eles? Algum plano infalível? Ele vai lutar ou desistir? Tantas perguntas...

Ah, claro, imagino que isso vai causar um grande rebuliço na turma toda. Será que vai rolar um #teamdc e #teamcebola? Quem vai torcer por quem? A Magali já mostrou que está a favor dos dois por causa da eterna enrolação do Cebola. Afinal, amigas de verdade desejam o nosso bem e ela está cansada de ver a Mônica sofrendo por causa das cebolices dele. Pode até rolar altas conversas entre elas sobre qual rapaz escolher. Aposto que ela vai dar bons toques.

Bem... agora vem a intrigante e instigante pergunta: a Mônica e o DC vão namorar? Por quanto tempo? Será só por essa edição ou vai durar mais? São várias possibilidades. Pode ser que ela termine namorando com o DC. Aí vamos aguardar as próximas edições para ver como isso vai ficar.

Terminar namorando com o Cebola é possibilidade, mas não acho que vá acontecer. A não ser que a neura dele em derrotá-la acabe sendo colocada em segundo plano. Ou então pode ser que ele considere separá-la do DC como uma vitória e assim queira namorá-la. Mas aí ele vai ter que superar a mágoa e o ego ferido para poder ficar com ela. E cá entre nós, ele não tem o menor direito de reclamar. Ora, ele não falou uma vez que eles não são namorados, nem ficantes, nem nada? Então? Claro que isso vai depender da cabeça do roteirista. ´

Ficar com ele eu acho que ela não vai, mas falta saber se eles vão ficar pelo menos bem um com o outro, se vão ficar brigados, magoados ou se o Cebola tentará dar o troco nas próximas edições saindo com outra menina. Ah, sim! Eu aposto que vão fazer alguma história dele gostando de outra garota e até trocando uns beijos com ela na frente da Mônica. Falta saber quem é. Talvez a Irene? De repente, pode rolar um climinha entre os dois, quem sabe? Só uma observação: eu apenas acharia errado colocá-lo para namorar outra garota, mas deixar a Mônica sem nunca namorar com mais ninguém. Se um pode, então o outro também pode. 

Mas pode ser que tudo acabe “bem”, com ele reassumindo o compromisso de derrotá-la e ela aceitando ficar plantada esperando por mais um ano inteiro. Dizem que a esperança é a última que morre, né?

Agora, outra possibilidade é ela decidir que não quer ficar com ninguém por enquanto, pois não se sente com cabeça para namorar. Ou então ela pode chegar a conclusão de que o DC não é o rapaz certo para ela e por isso prefere ficar um tempo sozinha para rever seus sentimentos pelo Cebola. Seria até bom se ela seguisse o exemplo da Aninha e procurasse por outros interesses. Afinal, ela ficou durante anos em compasso de espera, então está na hora de ela começar a viver um pouco e cuidar de si mesma. O tempo se encarrega do resto.

Pode acontecer também de eles brigarem, se desentenderem, ou o próprio DC ver que ela não é a garota certa para ele. Ou então pode decidir abrir mão dela ao ver que o Cebola gosta mais dela do que ele.

O fim também pode ser tipo uma situação indefinida. Ela não fica com nenhum deles, mas os dois ainda continuam gostando dela e dispostos a continuarem tentando. Ou então ela escolhe continuar esperando pelo Cebola feito uma idiota, mas o DC não desiste e promete continuar lutando por ela. Não nego que seja uma forma elegante de terminar a história. Assim eles não precisam colocar a Mônica namorando com ninguém, não tem que fazê-la voltar para o Cebola e ainda deixa margem para histórias futuras.

Fora isso, não sei se há outras possibilidades. Bom... quer dizer, ela pode namorar os dois, mas acho que eles não vão querer colocar isso na revista, né?

Quanto a capa, eu achei bonita. Colocar os dois beijando seria meio redundante porque já fizeram isso na Ed. 34 com a Mônica e o Cebola. Gostei da posição dos dois, o abraço (e os braços dele). Ele até parece um pouco mais velho do que é na verdade. É “quente”, mas sem apelar demais. Ao fundo tem apenas a mesma imagem em tamanho menor e mais apagada. Para mim está bom assim, porque o foco é neles, então qualquer outra coisa ia nos distrair.

Vamos ver o que essa história nos reserva e espero que tenha bastante surpresa. Afinal, nós fomos surpreendidos na Ed. 68, então pode ser que tenha coisa boa na 69 também.

Antes que eu me esqueça, também tem png e quebra-cabeça. Divirtam-se! A imagem de fundo eu fiz usando a da Ed. especial da Mônica em cores, só mudando uma coisinha aqui e ali.


quarta-feira, 9 de abril de 2014

Fofoca do dia!

Muita gente estava reclamando porque o Cebola tem agido como um zé ruela ultimamente. Sabe, pode até ser impressão minha, mas ele não fica tão chato quando aparece nas histórias do Emerson. Na verdade, ele fica até legal.

Então, para quem gostaria de ver um Cebola menos pé no saco, aqui vai uma boa notícia. Parece que uma das sagas do Emerson vai ser centrada nele. Normalmente eu diria que é um desperdício de edição, mas como falei antes, o Cebola fica legal nas histórias dele, então dessa vez boto fé de que a saga vai ser boa. Olhem o print screen da conversa:





Ai ai... pena que só vai sair mais lá para o fim do ano... mas pelo que falaram, serão quatro edições dele, então acho que devemos ficar felizes.

Recommend on Google