TMJ Awards 2016 - Capas TMJ e CBM ~ TMJ do meu jeitoTMJ do Meu Jeito

domingo, 29 de janeiro de 2017

TMJ Awards 2016 - Capas TMJ e CBM



Oi, gente! Vocês já estão sabendo do TMJ Awards 2016? Pois é, a votação já começou! Entrem aqui e dêem o seu voto: http://tmjawards.blogspot.com.br/

Me convidaram para dar opinião sobre os concorrentes de cada categoria, o que para mim é uma grande honra. Como são quinze categorias no total, eu vou opinar aos poucos. Hoje falarei sobre as capas da TMJ e CBM.

Bom, o que eu acho das capas da TMJ? São boas escolhas, não nego, mas confesso que teria preferido ver aí a capa da ed. 99 que a meu ver ficou muito boa. Vamos falar sobre cada uma:

Gosto da Mônica segurando o arco e do pessoal lá atrás, inclusive o DC que ainda era namorado dela. Os desenhos dos personagens ficaram bons, a meu ver. E os olhos atrás ficaram bem assustadores e bem feitos, assim como as cobras entrelaçadas. Também gostei de detalhes como os brincos de melancia da Magali, a roupa da Mônica estava muito bonita e os cabelos dela também, embora eu preferisse mais curtinhos. E fico feliz que estejam fazendo cabelos de verdade para a Magali ao invés daqueles fiapinhos.

A capa ficou boa, mas não é exatamente a minha preferida porque não gostei muito do fundo meio vermelho, meio roxo atrás. E aquelas cobras enroscadas me deram um certo nervoso.

O desenho do Cebola nessa capa é um dos mais bonitos e a pose dele é bem dinâmica. Fone de ouvidos e laptop acrescentaram bem porque mostra como ele gosta de tecnologia. E acho que vocês devem ter captado a referencia ao Ben 10 por causa do número na manga da camisa dele e também do bracelete, que lembrou um pouquinho o omnitrix (também tem o desenho de uma ampulheta). A roupa dele ficou boa, mas não sei se o Cebola é do tipo que usa calça rasgada.

A Mônica dormindo lá atrás ficou legal. No início eu estranhei ela estar dormindo de roupa e brincos, mas depois de ler a história deu para entender bem. O fundo também deu certo porque combinou com o tema da história. O relógio e a ampulheta meio que passam a idéia errada de que o Cebola adquire na história a habilidade de controlar o tempo. Quando lemos a história, vemos que é diferente. Mas isso não atrapalha porque ficou bonito.

Eu gosto das capas onde os quatro aparecem juntos. Ficou bonito, mas nada assim de extraordinário. É a de que eu menos gostei, para ser sincera. A saia da Magali ficou meio esquisita. E acho que a blusa da Mônica devia ter sido de outra cor porque a roupa da Magali já é rosa. Cascão e Cebola ficaram bons. Só que o fundo, sei lá, poderia ter sido melhor trabalhado. Pelo menos gostei da imagem do apanhador de sonhos.






Essa é definitivamente a capa que vai entrar para a história. Não só pela beleza, como também pelas mudanças e por finalmente o casal ter parado com o dramalhão e voltado a namorar. O que eu mais gostei nessa capa é o fundo, que ficou muito bem feito. O logo eu não sei se gostei ou não, acho que já tinha me acostumado com o antigo.

Gostei dos traços e a roupa da Mônica ficou bonita. Só acho que aquela flor poderia ter sido desenhada com uma cor mais viva porque do jeito que está ela se destaca pouco. A roupa do Cebola também ficou legal, um pouco mais maduro e elegante embora pareça um uniforme de escola. De certa forma isso entregou um pouco qual seria o conteúdo da carta que ele recebeu.

É fofo ver os dois se abraçando depois de tanto tempo separados, os fãs devem estar pulando de alegria até agora.

Agora vamos falar das capas da CBM. As escolhas são boas e não consigo imaginar outra capa que poderia ter sido colocada entre as quatro melhores.

Vamos começar com uma capa que deve ter deixado todo mundo de cabelo em pé: o Chico se casando com outra garota. É uma capa muito bonita e bem desenhada do Zazo. Fundo bacana, adorei o enfeite com flores lá atrás, noiva bonita e a cara de “cuméquiéonegócio” da Rosinha olhando para os dois. Gostei bastante do desenho do céu e das nuvens. Só acho que o Chico poderia ter se vestido de noivo porque normalmente as pessoas não aparecem vestidas assim no próprio casamento.




Confesso que essa capa não me empolgou muito. Quer dizer, é uma onça em cima da jaula e o Chico apavorado em baixo. Se bem que a onça ficou muito bonita e detalhada, ponto positivo.








Ah, essa sim ficou muito boa mesmo! As plantas ficaram bem detalhadas e aterrorizantes. Tipo, a gente imagina um troço desses vindo para o nosso lado e já sente um calafrio. Repararam nos dentes e espinhos? Pois é. A pose do Chico ficou dinâmica e gostei do ângulo. O rosto da Fran lá atrás complementou o fundo e quem leu a história vai entender o porquê de ela ter aparecido na capa.






Por fim, essa edição com a capa fofa e romântica. Reparem que eles estão de costas um para o outro e tem um raio os separando, mas mesmo assim sentimos um clima romântico entre os dois, como se estivessem prestes a se encontrar. Seus rostos estão serenos e parece que estão contemplando uma coisa muito bonita.

O vestido da Rosinha é um charme e reparem no brinco com formato de rosa. O cabelo dela ficou bonito porque mesmo trançado, tem movimento e fluidez. O laço de fita no pescoço dá um toque delicado a mais. O Chico também ficou ótimo porque o desenharam com um físico forte, de quem é acostumado com trabalho pesado e as roupas ficaram muito bem nele porque não parece algo caipira e ao mesmo tempo não ficou urbano demais a ponto de esquecer as raízes dele. Seu rosto também ficou mais maduro nesse desenho.

As penas e o brilho caindo ao redor deles dá um toque de magia ao desenho. Geralmente eu não gosto muito de fundos vazios, onde só colocam um gradiente e pronto, mas nesse caso achei que ficou bom porque destacou as penas caindo e não desvia nossa atenção do desenho principal. 


Bem, essas são as capas que estão concorrendo nesse ano. Escolham a que mais gostam e não se esqueçam de votar. Vamos ver qual delas vence, embora eu tenha o meu palpite. De qual eu gosto mais? Bem, prefiro não falar. Cada um deve escolher a que agrada mais e votar nela independente do que eu falo ou não.

Espero que tenham gostado dessa análise. Amanhã vou falar das quartas capas, não percam!

0 comentários:

Postar um comentário