TMJ#92 - A Torre Inversa, parte 3: Palpites ~ TMJ do meu jeitoTMJ do Meu Jeito

quinta-feira, 24 de março de 2016

TMJ#92 - A Torre Inversa, parte 3: Palpites



Finalmente saiu a capa da ed. 92, mas devo dizer que até valeu a pena porque ficou muito boa, talvez uma das melhores. Muitos personagens, ação, coisas que nos deixam de cabelo em pé tipo o Cascão malvado e Magali com seus poderes liberados. E não podemos esquecer do Cebola carregando a Mônica, apesar de o braço dele ter ficado meio estranho, como se uma das mãos estivessem sobre o seio dela. No original do Emerson, a Mônica estava mais desmaiada, mas acho que o desenhista alterou para que Denise aparecesse mais um pouco. Já o Cascão lembrou um bocado a capa da ed. 79. 



O que esperar da ed. 92? Com certeza eu espero três coisas:

1 – Muitas perguntas serão respondidas.
2 – Outras perguntas ficarão no ar.
3 – Para cada pergunta que for respondida, irão aparecer outras duas novas.

Tirando isso, fica difícil fazer uma boa previsão porque nas histórias do Emerson é assim: a gente acha que vai acontecer “A” e acaba acontecendo “5”.

Mas sabemos que vai ser a conclusão da saga. Primeiro vamos descobrir de onde veio o Capitão Feio e o resto da sua história. Já sabemos uma parte por causa da ed. 91, que a família dele foi morta e ele viveu um tempo no orfanato. Só que, como eu, vocês devem ter um milhão de perguntas na cabeça, né? Tipo assim...

1 – Como ele pode ser tio do Cascão se toda sua família foi morta?
2 – Como ele virou o Capitão Feio já que aparentemente era uma boa pessoa?
3 – Por que nessa edição ele aparece todo velho e podre sendo que em histórias anteriores ele sempre apareceu forte e bombadão?
4 – Ele é o mesmo seu Samir que apareceu na história do gibi?
5 – Por que ele parecia estar sem memória no momento em que acordou a Penha?

A n. 1 não é complicada de responder. Ele pode ter sido adotado pela família do Antenor, pai do Cascão. Claro que vem outra questão: o Malacai deixou que ele fosse adotado? Como ele saiu do orfanato? Teriam eles pensado que conseguiram purificá-lo e com isso deixaram que fosse adotado? Ou será que ele acabou matando o tal do Malacai com doença e assim ficou livre para sair do orfanato?

Responder a n. 2 é mais complicado. Nos gibis ele se torna o Capitão Feio ao ser coberto pela poeira de sua coleção de revistas. Até que faz sentido já que na ed. 91 ele era fanático por revistas quando pequeno. Só que no gibi ele era uma pessoa normal até ficar doidão e querer emporcalhar tudo. Tipo assim, ele cresceu e viveu como gente boa e só depois de adulto virou vilão? O que desencadeou isso realmente? Quer dizer, desde pequeno ele já tinha o poder de apodrecer as coisas. Como ele viveu a vida inteira normalmente com esse poder e só foi virar o Feio depois de adulto? 

Quando criança ele era um bom menino e queria ser um herói que ajudava as pessoas (e até conseguiu um pouco na ed. 49, “o novo Capitão Feio”). Mas as pessoas ao seu redor viviam repetindo constantemente que ele era sujo, apodrecia tudo em que tocava e outras coisas negativas. Sabe, quando uma pessoa ouve a mesma coisa constantemente, a vida inteira, um dia ela acaba acreditando e internalizando isso. Talvez ele tenha tentado ser bom, mas algo aconteceu e sua maldade veio a tona por causa do poder maligno que existe dentro dele.

Um detalhe interessante: lembram que na ed. 91 o Feio usava uma capa quando criança para imitar o Capitão Pitoco? Bem curioso, não? Quer dizer, na época ele queria ser um herói, mas aquelas duas crianças o apelidaram de Capitão Feio, nome que ele acabou adotando mais tarde. Uma coisa que eu fico pensando é se aquela capa não seria a mesma que ele usa atualmente, já toda rasgada. Pode ser um resquício da infância dele, algo que ele guardou de lembrança por muitos anos e depois passou a usar para fazer jus ao apelido que acabou ganhando daqueles dois pestinhas.

A 3 é também um grande mistério. Se vocês lembram da ed. 73 – Caçadores de Andróides, ele apareceu saudável, bombado e sem nenhuma pereba. Mas aí me ocorreu uma coisa. Na ed. 76 a Berenice falou que o pacto com a serpente estava fazendo o corpo dela envelhecer mais rápido e que ela ia morrer logo. Será que a mesma coisa não aconteceu com o Feio? Claro que tem um detalhezinho: durante muito tempo ele pareceu saudável. Por que só agora virou maracujá de gaveta podre e bichado? Bem... no caso da Berenice, se passaram uns vinte anos (se não me falha a memória) até ela ficar velhinha e decrépita.


No caso do Feio, imagino que deve ter acontecido quando a turma era criança, tipo uns 7, 8 anos atrás. Acho que durante esse tempo o corpo ainda permanece saudável. E pode ser que os efeitos desse pacto variem de pessoa para pessoa.

E mesmo que o Feio não tenha feito nenhum pacto com a serpente, seus poderes apodrecem as coisas, trazem doença, decadência, etc. se fazem isso com as outras pessoas, acho que podemos concluir que devem fazer a mesma coisa com ele mesmo depois de um tempo, tipo uma faca de dois gumes. Falando nisso, voltando a ed. 49 tem uma fala dele explicando seus poderes:


Pois é, acho que o Emerson deve ter usado isso (e também o lance dele ter aparecido na DI.NA.MI.CA. na ed. 73) para ajudar a construir a história dele. Bom, de qualquer forma creio que o corpo dele decaiu tão depressa por causa desses poderes. Ele podia estar saudável quando foi preso, mas depois foi adoecendo e adoecendo até ser necessário transferi-lo para o hospital.

Claro que ainda não sabemos por que ele perdeu a memória e durante um tempo não pareceu ser má pessoa. Só se as vozes dos insetos ficaram embaralhando as idéias dele, não sei.

Ainda tem outra coisa que está confundindo muita gente: a história do sobrado do seu Samir. Sim, pessoal, aposto que isso está dando um nó na cabeça de todos, certo? quer dizer, seu Samir aparece todo podre numa história, mas na mesma época o Feio aparece saudável nas histórias dos gibis e depois nas das turmas. Anos depois seu Samir reaparece todo podre novamente, mas na verdade era o capitão feio. Viram que angu de caroço?

Eu não sei se tem algo a ver, mas a casa fora do tempo se parece um bocado com o sobrado do seu Samir. Será que aquela coisa murcha e podre não seria um capitão feio do Futuro? Se ele morava na casa fora do tempo, isso explica o fato de ele ter aparecido todo velho nos gibis ao mesmo tempo em que o Feio aparecia mais jovem. Tudo bem que não explica como ele foi parar na base da DINAMICA, a não ser que os agentes tenham entrado na casa dele e o tirado de lá.

Mas... existe a chance de o seu Samir dos gibis ser um personagem diferente do Feio e o Emerson, trolão como ele só, colocou o nome dele no Feio para confundir a cabeça de todo mundo. Pois é, não duvido nada que seja isso. É uma possibilidade.

Seja como for, agora o Feio está todo decaído e. na capa nós vemos o Cascão do mesmo jeito que na ed. dos herdeiros do futuro. Então alguma coisa aconteceu e os poderes dele devem ter passado para o Cascão. Foi acidental ou de propósito? Como estava muito decadente, o Feio pode ter resolvido tornar o Cascão seu herdeiro, como o Xavecão tinha falado na ed. 79. Ou então o corpo do Capitão feio ficou muito fraco (ou ele simplesmente morreu) e seus poderes podem tê-lo abandonado e ido para o Cascão.

Na ed. 49 o Feio explicou que o mal não tolerava fraqueza, então quando seu corpo ficou fraco, ainda que por um tempo, os poderes o abandonaram para procurar um hospedeiro mais forte. Sim, sei que são histórias de roteiristas diferentes, mas o Emerson pode ter usado esse detalhe também. eu estou curiosa para ver o que vai acontecer. Na ed. 49 o Cascão manteve seu caráter apesar dos poderes, mas parece que agora vai ser diferente. Ele pode realmente ficar mal por algum motivo, talvez por algo que o Feio tenha preparado para mexer com a cabeça dele.

Pensando bem, lembram do Feio mexendo com as almas perversas no necrotério usando o mini-Quadrivium? Será que ele não vai usar isso como uma forma de colocar maldade dentro do Cascão? Se isso acontecer mesmo, como vão lidar com esse novo vilão? Por outro lado, o Cascão pode herdar os poderes só no fim da batalha, depois que o Feio foi derrotado e manifestá-los no futuro, não agora. Pode ser isso que Creuzodete quis dizer quando falou que ele não ia poder salvar todo mundo. Ele não pode salvar a si mesmo do poder sujo do Feio.

E falando no Cascão, por acaso mais alguém aí não ficou se perguntando sobre os nove desafios dele? Pois é. Das duas, uma: ou os desafios só vão acontecer na ed. 92 (ou em edições futuras, sei lá), ou então são coisas que não podem ser identificadas logo de cara. Deve ser por isso que não consegui pescar nenhum, porque sou ruim para pegar essas coisas ocultas.

Mas vou ver se arrisco alguma coisa com base nas principais ações dele e vamos ver se acerto alguma coisa.

1 – Não entregar a Penha para o Feio mesmo sob a promessa de ter a Mônica curada. Isso foi uma tentação bem grande a meu ver. A vida de uma inimiga pela de uma amiga. O que decidir?

2 – Descobrir a identidade do seu Samir. Apesar da Magali e do Betão terem visto as mesmas coisas, só o Cascão acabou matando a charada no final.

3 – A tentação de libertar os poderes da Magali. Pelo visto, nessa ele falhou por motivos de força maior. Era isso ou ver a Magali se esborrachando no fundo daquele buraco.

Bem, são só palpites, mas se estiverem certos teremos três desafios no melhor dos casos.  

Que coisa... Fiquei falando tanto tempo no Capitão feio que esqueci de outras questões que devem estar cutucando todo mundo, né? Tipo, o Cascão liberou os poderes da Magali e agora ela vai lutar com o Feio. Mas pelos teasers que o Emerson soltou, ela conseguiu acabar com a trava mental e os poderes ficaram liberados de vez. Isso quer dizer que não adianta falar pelo martelo e pela fogueira de novo que não vai resolver. É o fim.

Eu estou doida para ver como vai ser a luta dela com o Feio. Parece que ele vai apanhar um bocado porque ela não é pouca coisa não, viu? O problema é que ela pode derrotar o feio, derrubar o hospital, matar todo mundo, congelar todo o nordeste e se bobear até detonar com a humanidade. Acho que não queremos isso, queremos? Então alguém vai ter que dar um jeito de trancar os poderes dela novamente.

Sim, afinal os outros roteiristas vão precisar dela nas suas histórias, então a Magali tem que terminar essa saga normal, sem poderes e sem sair matando todo mundo feito uma alucinada. Idem para o Cascão. Acho que no fim, vai ser a Penha quem terá que dar conta dessa maçaroca toda. De repente, é ela quem vai ter a luta final contra o Feio já que por algum motivo a Magali não poderá lutar com ele.

Aliás, eu fico me perguntando... o que vai acontecer com o Feio? Será que ele vai morrer? Isso complicaria muito as coisas porque se ele morrer, nenhum outro roteirista vai poder usá-lo nas suas histórias. A não ser que, como falei antes, esse aí seja o Capitão Feio do futuro. Se essa versão (e não o atual) morrer, ainda assim o personagem vai poder continuar sendo usado em outras histórias porque a versão mais jovem dele continuará viva. Confuso, não?

E existe a esperança de que ele acabe se arrependendo do que fez no final, se lembre que um dia já foi bom e quis ajudar as pessoas. Afinal, Creuzodete falou em dar segundas chances que e o maior inimigo pode se tornar o maior aliado. Lembrem que ela falou no plural, com a Mônica e o Cebola. No caso da Mônica, a maior inimiga seria a Penha. No caso do Cascão, talvez seja o próprio Capitão Feio. Não sabemos o que vai acontecer, pode ser que surja uma ameaça maior ainda e ele acabe ajudando a lutar contra esse mal maior num último ato de arrependimento. Viagem... tudo viagem...

O que será que vai acontecer com a Magali? Se a trava foi desbloqueada, como farão para bloquear os poderes dela de novo? Ela vai enlouquecer e tentar matar todo mundo? Será que os agentes da DI.NA.MI.CA. vão fazer alguma coisa para detê-la? A tia Nena? Viviane? Chapolim Colorado? Alguém?

E, claro, temos outras perguntas em mente. O que aconteceu com a Sofia? Será que ela morreu de novo? Gente, vou falar uma coisa: só mesmo numa história do Emerson para a gente ver a Minnie Ranheta virando um verme gigante e engolindo uma pessoa. Sério, muito bizarro. Mas pode ser que ela não tenha morrido, o verme pode ter engolido inteira ao invés de ter mastigado. De repente a Magali pode acabar tirando ela da barriga do monstro depois (ou o monstro desaparece quando tudo acabar e ela sai viva).

Outra coisa que chama a atenção é vermos a Mônica já com as pernas de novo. Na ed. 91 Cascão falou que Magali poderia ajudá-la e pode ter ajudado mesmo. Mesmo com poderes acho que ela não é má, o problema é que toda essa magia deve deixá-la maluca e ela não consegue lidar com tudo isso. Eu só fico um tantinho triste de ver todo mundo resolvendo toda a pendenga sem a Mônica porque faz parecer que a liderança dela é dispensável, que eles podem se virar muito bem sem ela. Então qual seria a finalidade dela na turma se nem isso ela pode mais fazer? Sim, sei que estou sendo meio parcial, mas é por ela ser minha segunda personagem preferida. Mas entendo que as coisas são feitas de forma a distribuir o protagonismo entre os personagens ao invés de concentrar tudo num só. 

Eu também quero saber o que vai ser da Melissa. Será que ela só aparece na 91 ou vai voltar na 92 por algum motivo? Será que finalmente o Betão vai deixar o ceticismo de lado e ver que a ciência não consegue explicar tudo? Quer dizer, tanta coisa bizarra acontecendo e o sujeito só pensa em alucinação coletiva. Está na hora de ele acordar para a realidade, né?

Pelos teasers do Emerson, vemos que vai acontecer muitas coisas, tipo o Feio vai fugir para o subterrâneo (talvez fugir da Magali) e a turma terá que ir atrás dele. Isso significa que Penha terá que aprender a cooperar e parar de pensar só em si mesma. Talvez ela faça isso pela Sofia que se sacrificou por ela. Até que seria legal se ela e a Mônica ficasse em paz. Não digo amigas, acho que é difícil acontecer, mas pode ser que terminem a história sem querer se esganar mutuamente.

Agora, maluco mesmo seria se a Penha acabasse morrendo durante a luta. Hum... não, meio forte demais fazer um personagem assim morrer. Se bem que o Emerson também matou a Agnes, não é?

E falando na Agnes, dizem as más línguas que aquelas crianças malignas no orfanato podem ser ela e o Boris, o gato comparsa da Viviane. Acho que temos alguns probleminhas aí. Quer dizer, o Boris pode até ser porque na ed. da festa de aniversário da Marina, quando ele aparece na forma humana, seu corpo já é o de um adulto. O problema é a Agnes porque nos gibis ela devia ter uns 12 anos, não sei. Se ela fosse a menina do orfanato, então nos gibis deveria ter mais ou menos a idade do Capitão Feio. Ou seja: seria uma adulta ao invés de pré-adolescente.

Só que a aparência delas confunde bastante porque são bem parecidas, especialmente por causa da bíblia que elas sempre carregam. Ela pode ter sido adotada por seus pais, o que explica não parecer com nenhum deles. Ambos têm cabelos pretos e ela é loira. Mas ainda temos o problema da cronologia. Por um lado, isso explica por que os pais dela aparecem mortos nos gibis, eles podiam já ser bem velhos uma vez que na ed. 91 não pareciam mais tão jovens. Por outro lado, ainda não explica por que ela não aparece como adulta já que tem a mesma idade que o Boris e o Feio. Isso, claro, se a menina for mesmo a Agnes.

Já o Boris é mais possível, apesar de a personalidade do garoto ser muito sombria e diferente do jeito meio debochado e descontraído do gato. Se bem que ele pode ter mudado com o tempo. Mas acho que essas perguntas não vão ser respondidas agora.

E calma, pessoal. Eu não esqueci da Denise e do Cebola, apenas preferi falar as outras coisas primeiro porque para mim a história não se resume só a romancinho entre eles, apesar de ter sido algo surpreendente. E também porque não acredito que eles vão ficar juntos para valer.

Eu penso assim por uma razão bem simples e de ordem prática: juntar Denise e Cebola ia atrapalhar histórias futuras dos outros roteiristas. E pelo que vi aqui e ali, a Petra não estava sabendo nada desses dois. Se a MSP tivesse planejado juntar esses dois, teriam avisado para que ela mudasse os seus planos.

Outra coisa, lembrem-se que em Umbra ele teve o cuidado de deixar as coisas entre Mônica e Cebola do jeito que estavam antes de a história começar e assim não prejudicar os roteiros da Petra. Por que ele não teria esse cuidado agora? Claro que eu posso queimar a língua e os dois terminarem namorando, melhor não duvidar de nada. Mas pode ser que no fim, depois que todo aperto acabou, eles percebam que um não quer nada com o outro. Ou talvez eles se acham tão parecidos que acabem não se agüentando.

Sem falar que o Cebola aparece carregando a Mônica nos braços sendo que Denise só está lá atrás e não há nenhum climinha romântico entre eles. Não sei se isso quer dizer alguma coisa, mas pode ser uma dica de que o romance deles vai acabar e no fim o Cebola continuará atrás da Mônica. Ele pode chegar a conclusão de que sempre gostou dela e ainda quer continuar tentando reconquistá-la. Muita coisa pode acontecer.

Então muita calma nessa hora e vamos esperar a ed. 92. Mas caso o namoro deles seja mesmo para valer... bem... ainda assim acho estranho porque não consigo ver nenhuma química entre eles e nada que justifique essa atração repentina que pareceu ter surgido do nada. Há até quem acredite que Penha manipulou os dois com o seu olhar. Tipo, ela não pode fazer com que duas pessoas se apaixone, mas talvez seu poder de manipular as pessoas seja capaz de fazê-las acreditar que sentem algo uma pela outra. Talvez a Penha tenha insistido que os dois deviam ficar juntos para garantir que o Cebola não ia mais voltar para a Mônica. Seria tipo uma forma de concluir seu plano de separá-los. Mas é só uma teoria, uma viagem mesmo. Pode não ter nada a ver com ela. De repente eles se gostam mesmo. Vai saber... para mim não faria muita diferença, seria só interessante e nada mais. Sempre falei que estava na hora de alguém arrumar uma namorada humana para o Cebola e a hora dele pode ter chegado. Para ser sincera, eu preferia que a Petra cuidasse disso, já que é ela quem está cuidando do namoro da Mônica com o DC. Já que o Cebola também faz parte da trama, nada mais justo que ela se encarregue de arrumar ou não uma namorada para ele. Mas é só minha opinião mesmo.

Acho que vou parando por aqui porque já escrevi demais, credo! É muita coisa, muitas teorias, possibilidades, detalhes... tantas reviravoltas podem acontecer. A gente pensa que as coisas vão acontecer de um jeito e acontecem de outro. Muitas vezes a trama acaba até sendo mais óbvia do que pensamos, detalhes que não percebemos. Agora falta esperar sair a revista para a gente ver como as coisas vão terminar. Mal posso esperar, viu?

Ah, já tem png e quebra-cabeça para vocês. Divirtam-se! Agora tem mais uma imagem do Cebola beijoqueiro para a coleção. O rapaz tá passando o rodo em todo mundo, hein? Tomem cuidado ou vai acabar sobrando para vocês também!




Para mais palpites, confiram o blog TMJ Diversidades: TMJ 92 - A Torre Inversa: Parte 3 - Primeiras Impressões

Confiram também o vídeo do Canal Opinião Turma da Mônica Jovem.

3 comentários:

  1. Imagino que o Emerson colocou cavalo da decadência ao invés de peste porque quis "expandir" um pouco o título do cavalo pq o Feio não representa só doença e sim a decadência de forma geral, o apodrecimento, etc. Acho que com o cavalo da fome vai ser a mesma coisa.

    Pode ser um conceito mais genérico do que a simples fome, não sei. Talvez ganancia ou algo equivalente.

    ResponderExcluir
  2. Minha teoria é que aquela menina na tmj 91 seja a bruxa Viviane, mas a Viviane é morena e a menina é loira! Vai q a Viviane tenha pintado o cabelo dela! O_o Vindo do Emerson, tudo é possível! Eu não sei, pode ser q esteja errado!

    ResponderExcluir
  3. Engraçado, sempre que leio seus palpites e críticas encontro semelhanças com o meu raciocínio. Aí vai o que eu acho.

    1- Cascão vai ser o novo "vilão". Quero dizer que, a história vai deixar de focar no Feio e o Cascão será o problema que a Turma vai ter que lidar.
    2- Magali vai ser punk. Eu sinceramente acho que vai ser ela quem vai derrotar o Feio. Mas aí teremos um problema, como ela vai voltar ao normal?
    3- Acho que ela vai ser a razão do Cascão herdar os poderes de seu tio. Algo do tipo, o único jeito de salva-la seria usando, de alguma forma, o poder da Decadência.
    4- Penha. Até um tempo atrás, eu achava que o verdadeiro Cavalo da Guerra era a Agnes. Porque ao contrário dos outros Arautos do Fim do Mundo que ja apareceram, ela não tem nenhum poder que bote medo. O olhar do desprezo é sim, muito legal etc. Mas sério, aquilo não é uma coisa que faz o povo fugir para as colinas.
    Daí eu penso, ou ela também vai ter algum tipo de "despertar" ou ela deixará de ser um dos Cavalos, para dar lugar a algum outro personagem (Agnes por exemplo).
    5- Cebola segurando Mônica, eu já disse que, do meu ponto de vista, ele só ta com ela nos braços porque não tem ninguém mais para segurar. Mas Mônica já tem suas pernas de volta. Quem será que colocou elas ali? Meu palpite é o Cascão, entrando de novo na teoria que ele vai aceitar os poderes para salvar os amigos.
    6- Melissa/Betão. Eu to torcendo muito que ela apareça na quarta capa. Eu não sei como ela vai se encaixar nessa história, mas não duvido nada que ela possa aparecer com a runa de Ior. (Isso é porque mencionar a Menina do Lago, pq o Emerson não é doido de colocar esse tanto de personagens)
    7- Por fim, os nove desafios. Temos um teaser do Emerson mostrando a Torre Inversa, nos subterrâneos do Bairro das Pitangueiras. Estou pensando que vai haver os nove círculos (citados na Divina Comédia) e cada círculo um desafio. E no final teremos, pelo menos, um personagem morto. (Betão, o sobrenome dele, traduzido do grego, significa Cruz. Sugestivo não?)

    Acho que é isso, ficou muito longo, mas quando minha cabeça viaja ela vai longe.
    Aguardando ansioso pela edição e pela sua crítica.

    ResponderExcluir